Infraestruturas de Troia, E.M.

Mensagem da Administração


Terminado o primeiro biénio do mandato desta Administração, é altura de fazermos um balanço do trabalho desenvolvido neste período.
Se em 2014 afirmámos que foi um ano de consolidação da atividade e de preparação para um novo ciclo, este ano de 2015 foi o início desse novo ciclo. Foi um ano em que, para além da melhoria generalizada dos indicadores operacionais da Infratróia, a empresa, como um todo, se envolveu num processo de melhoria do serviço prestado aos seus Clientes.
Como suporte e guião desse processo, reafirmámos a nossa Missão de sermos uma organização reconhecida pela excelência na prestação de serviços de qualidade na manutenção e gestão das infraestruturas e espaços públicos ou de uso público e uma referência de gestão público-privada, participando ativamente no desenvolvimento da Península de Tróia.

Fizemo-lo apostando na melhoria contínua das nossas equipas e promovendo o desenvolvimento das competências individuais com o objetivo de maximizar o seu desempenho. Promovemos a reorganização administrativa da Infratróia dotando-a de novos meios e processos que nos ajudarão a responder aos desafios que se colocam. Ao nível operacional, renovámos e iniciámos o processo de reforço das infraestruturas, aumentando a capacidade de resposta da Infratróia, numa área crítica, a captação de água. Definimos ainda um conjunto de indicadores operacionais, por área de atividade, que, juntamente com os definidos pela entidade reguladora deste sector ERSAR (Entidade Reguladora dos Serviços de Águas e Resíduos) nos permitirão melhorar a qualidade da gestão e guiar a Empresa através dos desafios que temos pela frente.

Foi também um ano de planeamento estratégico. Neste ponto, destacamos a conclusão do modelo económico e financeiro para o período 2016-2030, que visa, entre outros objetivos, garantir a sustentabilidade económica da Empresa a longo prazo, nomeadamente quanto aos efeitos do desenvolvimento urbano na sua área de influência, e configurar um quadro referenciador de ordem económica e financeira, para auxílio da gestão a médio e longo prazo.

Contribuímos também ativamente, colaborando com outros stakeholders presentes na Península, para a conclusão do Plano Especial de Intervenção da Península de Tróia (PEIPT) que, desde Maio de 2015, integra do Plano Municipal de Emergência de Proteção Civil de Grândola.

Queremos desta forma responder às necessidades do presente sem comprometer a capacidade de crescimento no futuro, promovendo o uso sustentável dos recursos existentes. Queremos entender os desafios inerentes à gestão da nossa atividade, consolidando as existentes e fomentando novas relações, robustecendo a competitividade da organização. Procuraremos diariamente prestar um serviço de qualidade orientado para o Cliente, num ambiente sustentável baseado em relações de Ética e Confiança, com Rigor e Competência na tomada de decisões que defendam o interesse dos bens públicos sob sua gestão, dos acionistas e dos seus Clientes.

Estes são os nossos desafios e os nossos compromissos para o próximo biénio.

A Administração da Infratróia, E.M.

Páginas relacionadas

Serviços

Tarifário 2017

Saber mais...
 

Notícias

Últimas Notícias

Clique aqui
 

Resolução de conflitos

Centro de Arbitragem

Mais informações aqui